Termoterapia em Equinos

TERMOTERAPIA EM EQUINOS

termo

O calor é o aumento da vibração molecular e da taxa metabólica celular. Assim, termoterapia é o termo utilizado para se referir à aplicação de calor terapêutico ao corpo. As praticas de termoterapia devem ser capazes de aquecer a pele dentro de um limite de 40°C a 45°C, para que assim possam produzir efeitos terapêuticos e transferir calor para os tecidos subjacentes (STARKEY,2001).

O uso de calor atua na reabilitação de injúrias crônicas devido aos efeitos que provoca na circulação, no metabolismo e na rede nervosa, e o sucesso no tratamento dessas injúrias começa com um diagnóstico preciso (PORTER, 1998).

A aplicação de calor é indicada para controlar a reação inflamatória e a dor em seus estágios subagudos e crônicos para favorecer a cura dos tecidos, reduzir edemas e equimoses, melhorar a amplitude de movimento, reduzir contraturas articulares e promover a drenagem de uma área infectada (STARKEY, 2001). Os efeitos fisiológicos do calor são analgésicos, antiespasmódicos, descongestionantes e sedativos (SHESTACK, 1979).

Em geral, os efeitos do calor são opostos ao do frio e se assemelham apenas em diminuir a dor e o espasmo muscular. Desta maneira, o uso do calor no tratamento de lesões agudas deve ser evitado, pois em uma inflamação ativa o calor provocará aumento na taxa do metabolismo celular, que causa aumento do número de células lesadas (STARKEY, 2001).

REFERÊNCIAS

PORTER, M. The new equine sports therapy. Lexington: The Blood-Horse, 1998.

SHESTACK, R. Fisioterapia prática. Tradução: Patrícia Lydie Voeux Pinho. 3. ed. São Paulo, SP: Manole, 1979.

STARKEY, C. Recursos terapêuticos em fisioterapia. Barueri: Manole, 2001.

Utilize EletroHorse® para aplicar a termoterapia com eficiência!